A arte de Hiroshi Sugimoto

 

earliest_human_relatives_19941

Aprecio a fotografia PB com verdadeira devoção. Gosto das cores, sim, as utilizo com freqüência nos meus trabalhos fotográficos, porém a fotografia feita em preto e branco parece ter uma ligação especial e profunda com a alma, como se todas as demais cores roubassem uma certa áurea particular da expressão fotográfica.

 

Aproveitando que a banda irlandesa U2 utilizou uma fotografia do artista japonês Hiroshi Sugimoto para o novo disco, aproveitarei para postar algumas fotos do artista (e posteriormente do fotografo Anton Corbjin que fez o filme que fará parte do pacote de “gifts” do U2).

 

Segundo texto de Paulo Klein no www.speculum.art.br, Sugimoto tem uma característica bastante particular, “o artista tem o hábito de não fotografar pessoas ou animais vivos, mas construir novas realidades a partir de registros obtidos com personagens históricos encontrados em museus de cera e animais empalhados existentes em museus de História Natural”.  34f4b14f963601230a4d5edfb13c3c65_large

 

Minimalista e conceitual, as fotos de Sugimoto parecem refletir a tendência humana de “ler” a realidade e ao mesmo tempo fugir dela criando abstrações e fantasias paralelas. Na fotografia de Sugimoto o tempo parece equacionar o que é real, o que já foi real um dia, e a junção dessas duas “realidades” numa nova percepção da ideia de tempo. Enquanto alguns enlouquecem nesse vão, nesse vazio temporal, Sugimoto traduz isso em arte. artwork_images_1158_288354_hiroshi-sugimoto2

 

Segundo o artista: “o tempo é um conceito abstrato que não pode ser mostrado de maneira direta”.

 

O texto de Klein ainda faz um apontamento interessante, sobre a ideia da pré-visão de algo que só conheceremos “pronto”. “No caso de seus registros arquitetônicos, Sugimoto consegue desmaterializar os edifícios ao desfocar suas lentes. Daí utiliza as sombras como elementos importantes de fixação. Na verdade, é como se quisesse captar a idéia do prédio, a idéia que o arquiteto tinha do prédio antes de construí-lo. Os edifícios vazios se assemelham a brinquedos, a objetos irreais e misteriosos, distantes modelos da realidade que deveriam representar”.

 

Aproveite e acesse o site oficial do artista clicando aqui e conheça mais sobre sua vida e sua arte.

 

Um abraço, Antonio Rossa

 

 

 

#Sugimoto nasceu em Tóquio em 1948. Estudou Sociologia e Política ainda no Japão, e já no EUA graduou-se em “Fine Arts” no Art Center College of Art and Design, em Los Angeles.

 

 

Foi fortemente influênciado pelos escritos e trabalhos de Marcel Duchamp, e pelos movimentos Dadaístas e Surrealistas.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: