O Nescau e o novo consumidor

anuncio-antigo-nescau

Havia um tempo onde o produto montava o padrão de compra de um consumidor, isto é, o cliente (ou grande parte da sociedade) não pensava que tinha nas mãos a direção dos rumos daquele mercado que ele mesmo havia ajudado a suportar. O produto e sua oferta ditavam as regras e assim as pessoas se adequavam às regras impostas.


Em relação à política quase sempre a mesma coisa, corruptos e idiotas desviam recursos, enriquecem meteoricamente, enquanto hospitais, por exemplo, permanecem sucateados.


Algumas coisas ainda permanecem, é fato e é uma verdade. Mas algumas mudaram e estão mudando. A internet inicialmente bagunçou essa “ordem” e foi decisiva para que uma então nova ordem viesse à tona nos novos mercados.


O exemplo que irei citar envolve uma boa parte da população brasileira.


O clássico achocolatado em pó Nescau havia sido tirado das prateleiras quando o Nescau 2.0 apareceu para tomar a frente, com seu visual moderno e um sabor mais adequado ao gosto da maioria da população (foram feitas intensas pesquisas , segundo Ivan Zurita, o presidente da divisão brasileira da Nestlé), há alguns meses atrás.


Até parece uma bobagem, mas não é. Muitas pessoas, amigos e parentes próximos ficaram indignados com a mudança. Posso dizer que fui uma dessas pessoas que ficou indignada.


Ora bolas, o Nescau faz parte da vida de muita gente, está no mercado há mais de 70 anos, é um dos nossos produtos clássicos. De repente o consumidor foi pego por uma nova versão, dita moderna, porém com um sabor diferente em relação a sua versão antiga.


A questão é que a Nestlé do Brasil recebeu mais de 65.000 e-mails pedindo que o Nescau clássico voltasse às prateleiras. Só por esse número já dá para se ter uma noção do tanto de gente que pensou o mesmo e que, como eu, não escreveu nem se manifestou publicamente, mas deixou de consumir o produto.

Coloca aí milhares e milhares de clientes que não aprovaram o tal Nescau 2.0 e não caíram nas preces do marketing de massa.

 

Resultado: O velho e bom Nescau está de volta às prateleiras desde setembro do ano passado (2009).

 

Parece-me importante pensar sobre a função e os resultados que um consumidor responsável pode gerar, tanto para a sua comunidade quanto para o seu país. Ao usar estas armas, é possível questionar aquele Prefeito corrupto, aquele Deputado ineficiente, podemos deixar de comprar daquela empresa que maltrata animais, daquela que polui rios e destrói as nossas preciosas águas, por exemplo.


Enfim, o caso Nescau é apenas um pequeno exemplo da força que a opinião e a ação da população possui, ainda mais quando aliada a ferramentas como a internet.

 

Pense bem, o mundo é seu, e é meu e é nosso.


Um abraço atento, Antonio Rossa

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: