Aquiles Priester lança biografia

A mídia está repleta de vendedores de produtos e sonhos duvidosos, com belos rostos, design arrojados, porém funcionalidades nem sempre satisfatórias.

Na música e na arte não é diferente, muitos ainda acreditam que uma bela roupa já é suficiente, e que ao “vestirem-se” de artistas o caminho já estará em parte trilhado. Ledo engano, é preciso muito mais do que souveniers e bons perfumes.

Aquiles Priester é um dos maiores bateristas do mundo, um talento extraordinário e um fato em si mesmo. Ponto!

Independentemente de gostos pessoais, o talento é algo que paira acima dessas particularidades, mostra-se, faz-se, concretiza-se.

Engana-se quem pensa que uma varinha mágica transforma pessoas em gênios do seu ofício. Trabalho, muito trabalho, tempo e dedicação são apenas alguns dos ingredientes para se alcançar a excelência.

Na biografia “De Fã à Ídolo” Aquiles relata parte do seu caminho para alcançar seus ideais, suas dificuldades em constraste com suas convicções.

Um livro fundamental, que não apenas desvenda mitos do sucesso como deixará qualquer pessoa ciente de que não existe resultados de graça.

Num mundo imediatista, a “biografia do Polvo” certamente lhe dará algumas preciosas dicas.

Boa leitura.

Antonio Rossa

ENTREVISTA (Especial para o blog Transitoriamente)

TM – Hoje vivemos num mundo imediatista, um verdadeiro contraste com sua história, que ainda é de perseverança e muita dedicação ao seu ofício, e que levou tempo para maturar e gerar frutos. Existem atalhos para o sucesso?

Aquiles Priester: Não consigo ver as coisas desse jeito. Eu nunca fiz e nunca faço as coisas pelo sucesso ou pelo retorno que elas podem me dar. Prefiro sempre acreditar no trabalho como um todo, como algo em que eu realmente confie e o que vier de retorno será real e duradouro.
Desde o início da minha carreira, sempre pratiquei para melhorar minha performance e ter orgulho do meu trabalho como músico. Tenho muito prazer em ficar horas e horas repetindo os detalhes na bateria para pode me apresentar bem. Muitas vezes gostaria de ter mais tempo para praticar mais, mas a vida continua e passa muito rápido. Preciso sair do palco com a missão cumprida. O pequeno sinal de insatisfação com o meu trabalho não me faz bem e quero sempre ter certeza que estou fazendo o meu melhor.

TM – Nas partes mais velozes de uma música, quando a suas pernas e braços já se dividiram em infinitas partes (risos), o que passa pela sua cabeça? Você consegue ver aquilo em “câmera lenta”? Como é?

Aquiles: Ahahahaha, não! Consigo ouvir muito bem o que estou tocando… Na minha monitoração, tanto no meu “side” como no meu fone de ouvido só escuto minha bateria e isso me faz muito crítico a tudo que toco. Preciso dar uma base sólida para meus companheiros de banda ou para quem estiver tocando comigo. Nas partes rápidas só quero soar como uma máquina e qualquer deslize ou nota mais fraca fica bem evidente na minha monitoração.

TM – É natural que as pessoas achem que você só ouve metal ou similares. No “Infallible”, que realmente foi um disco extremamente ousado do ponto de vista estético, essa ideia em termos se desfez. Quem lhe conhece sabe que para você a música está acima de estilos. Em sua opinião, os fãs do metal estão atualmente mais abertos para estilos  diversos?

Aquiles: Com certeza! Música feita para ser apreciada, e acho que todo mundo gosta de música boa. Hoje em dia a galera se mistura e os estilos estão cada vez mais disseminados… Sou da época em que não existiam tantos estilos…

TM- E essa estória do Dream Theater? Estão dizendo por aí que você seria um provável candidato ao posto do Portnoy. Isso procede?

Aquiles: O que posso dizer é que estou curtindo muito tudo disso. Nunca imaginei que as pessoas me achariam capaz de entrar no Dream Theater… Com certeza isso é muito bom para minha carreira e isso é tudo que posso falar no momento.

Têm outras coisas boas acontecendo ao mesmo tempo, meu DVD The Infallible Reason of my Freak Drumming, será lançado no mundo tudo por uma empresa americana chamada Mel Bay Publications, e eles darão ênfase no mercado dos EUA. Em janeiro vou para a Namm Show (EUA) acompanhar o lançamento e participar do evento “Paiste Day” junto com o Elóy Casagrande, no Musicians Institute de Los Angeles.

Fora isso, saiu uma entrevista minha na Modern Drummer americana e isso repercutiu muito bem para minha carreira, pois essa é a maior vitrine da bateria mundial, ou seja, tudo está indo muito bem! Tem também minha biografia que está sendo um sucesso, pois as pessoas se identificam com a história por saber que não nasci numa família de músicos e que nunca as coisas foram fáceis para mim.

TM – Como você avalia a “Infallible Tour 2010”?

Aquiles: Já temos uma boa ideia de como tudo funciona agora depois de oito meses de trabalho com essa estrutura surreal que estamos levando para os shows. Em muitos lugares por onde passamos as pessoas dizem que o show do Hangar foi a maior estrutura que já viram e isso é uma resposta fantástica para a gente. Ainda vamos longe com essa tour. A ideia e seguir até o final de 2011, porém já estamos escrevendo músicas novas sempre que temos tempo para isso.

A banda amadureceu muito e estamos numa fase muito boa. Fora o show elétrico, temos também o nosso show acústico que nos possibilita tocar numa infinidade de lugares que não comportam a estrutura do nosso show elétrico.

TM – Em termos de sonoridade, qual será o próximo passo do Hangar?

Aquiles: Tenho medo de prever algo. Geralmente vamos seguindo nossa vontade. A única coisa que posso garantir, e que já é tradição no Hangar, é que não vamos nos repetir. Isso é mais do que certo!!! E ainda precisamos gravar um DVD da The Infallible Tour!

Visitem: www.hangar.mus.br e www.aquilespriester.com

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: