Archive for redes sociais

“Social Good Brasil” começa amanhã em Floripa.

Posted in Uncategorized with tags , , , , , on 05/11/2012 by transitoriamente

De amanhã até o dia 08.11 acontecerá o Social Good Brasil em Florianópolis, evento este que será palco de discussões sobre como as tecnologias, as novas mídias e o pensamento inovador podem ter grande impacto social.

O blog Transitoriamente estará no Centro Integrado de Cultura (CIC), local do evento,  durante os três dias acompanhando a movimentação e postando informações e novidades.

O evento contará com palestrantes nacionais e internacionais, referências nas áreas sociais e de tecnologia.

Acesse www.socialgoodbrasil.org.br e saiba como fazer parte desse grande evento. Está chegando a grande hora!

Se você está lendo esse post agora é porque de alguma maneira você já está inserido nessa nova forma de comunicação e relacionamento.

Um grande abraço,

Antonio Rossa

Evolução na gangorra

Posted in Curiosidades with tags , , , , on 10/08/2010 by transitoriamente

Hoje as praças de antigamente estão no orkut, facebook, twitter e outras redes sociais por aí, enquanto as praças físicas de hoje estão em grande número abandonadas e entregues à criminalidade.

O futuro realmente chegará, pelo menos aqui no Brasil, no dia em que as pessoas puderem checar suas mensagens e navegar na internet a partir de um banco de uma praça, com wireless à disposição e garantia da nossa segurança física.

As tecnologias dos aparelhos aumentam a todo instante, ao passo que a nossa tecnologia social parece andar ao contrário.

“Limito-me enquanto penso que o mundo está aos meu pés, e lá fora de casa tenho medo até da fé”.

A imagem de alguém falando com o mundo trancado entre grades e janelas de um cubículo mofado no centro de uma grande capital é uma imagem que para mim beira a insanidade, apesar de ser uma constante.

Crescimento e evolução para muito poucos é muito pouco.

Na hora de você votar pense em alguém que esteja comprometido com a boa manutenção e com as mudanças necessárias.

A nossa ação precisa ser já.

Antonio Rossa

Para ficar por dentro das redes sociais

Posted in Uncategorized with tags , , , , on 15/03/2009 by transitoriamente

 

fdsaffffffffffffffffffffff

Uma das razões mais saborosas de se ter um blog, para mim pelo menos , é a possibilidade de estar em contato com diversas pessoas e ainda trocar informações quase que em tempo real.

 

Poder sugerir idéias (ou ideias) e conteúdos, e ainda receber outras tantas de volta é um prazer inenarrável, ao mesmo tempo que fomenta uma nova economia, negócios que já ultrapassam fronteiras e que muitas vezes são gerados do seu quarto, a qualquer momento, sendo bem simplório no exemplo.

 

Costumo dizer, principalmente ao detratores das redes sociais como o Orkut, por exemplo, que aqui no Brasil, onde frequentar praças não é uma tarefa simples (primeiro porque a maioria delas está em estado precário, segundo pela violência crescente em diversas cidades), frequentar o orkut é uma espécie de “Praça Virtual”, onde podemos conversar, trocar idéias, músicas e ainda desenvolver projetos e negócios..

 

Não seria ruim poder estar numa bela praça, seguro, com um laptop nas mãos, conversando com um colega ao lado e com outro lá no Japão. Teríamos ainda a vantagem de poder dividir o espaço público, sem isolar a tecnologia em quartos refrigerados. Além disso, as redes se tornaram excelentes balcões de negócios, gerando uma outra realidade econômica, social e cultural para o mundo.

 

O submundo das relações também encontra pista livre na Highway da Superinformação. Para regular isso a Legislação de cada país junto a um Tribunal Internacional deverão instituir uma ordem universal. No Brasil ainda não se tem uma direção clara do rumo que a internet (e suas redes) tomará diante de sua participação em eleições, por exemplo. Então temos uma necessidade urgente de colocar esses assuntos também na pauta do dia.

.

Sendo assim, sugiro ao nobre leitor uma reportagem muito oportuna:  “O poder das redes digitais”, escrita por Peter Fisk, na última edição da revista Época Negócios, publicação a qual eu recomendo a quem pretende se habituar com o ramo dos negócios..

“Se o site de jardinagem pudesse explorar o mundo dos adoradores de rosas ou dos fanáticos por gramados planos, então ele se tornaria especial para eles. Se pudesse facilitar o compartilhamento de suas paixões, eles se conectariam todos os dias. Se um site de música pudesse identificar um nicho de gênero de música em que as paixões fossem intensas e a lealdade aos artistas profunda, então poderia atrair todo o grupo. Se esse grupo já tivesse alguma forma de rede, ele poderia explorá-la, tornando as coisas muito mais fáceis e rápidas” (Fisk,2009 – Época Negócios).

Para ler a reportagem completa clique aqui.

current_dj 

CURRENT TV E UM NOVO MODELO MUNDIAL

 

Al Gore, ex-vice-presidente americano que ganhou o Oscar como militante do meio ambiente, definiu a Current TV, em 2005, como “a TV para a geração da internet”. A Current TV evoluiu a partir do canal a cabo Newsworld International, que Gore e alguns colegas compraram, em 2004, por US$ 70 milhões. Gore tornou-se presidente; seus investidores incluem o CEO Joel Hyatt e Bill Joy, cofundador da Sun Microsystems. Em seu primeiro ano, a audiência cresceu rapidamente de 17 milhões de domicílios para 50 milhões, à medida que mais redes aderiam ao novo canal. Ela já é rentável. O primeiro lançamento internacional no Reino Unido, em 2007, é parte do plano de expansão projetado para criar, nas palavras de Gore, “uma conversação global”. No seu lançamento, Gore falou do fato de a Current TV ser reflexo de um cenário de mídia em rápida mudança, no qual o poder das redes monolíticas vem sendo desafiado pela habilidade de indivíduos armados de câmeras baratas e laptops para fazerem os próprios filmes. “É envolvente, é divertido e é relevante. Feito por pessoas que estão lá fora vivendo suas vidas”, disse Gore. (Época Negócios, março de 2009).

MATÉRIA SURPRESA (Clique abaixo)

Artistas vendem músicas inéditas para publicidade