Archive for saraiva

HOJE: Maltines lança disco na capital catarinense!

Posted in musica with tags , , , , on 15/12/2008 by transitoriamente

 

1229177966918_f

 

Hoje é um dia muito especial para a banda catarinense Maltines (ouça aqui).

 

O quinteto catarinense lançará seu primeiro CD, o homônimo Maltines, logo mais a noite (19h) nas Livrarias Saraiva, no Shopping Iguatemi, em Floripa.

 

A banda se apresentará em formato “pocket”, mostrando versões acústicas de suas próprias músicas, além de versões de outros artistas.

 

O show contará com as presenças ilustres de Rafael Malenotti (Acústicos & Valvulados), Jean Mafra (Samambaia) e Jean Dada (Mottorama).

 

Imperdível!!!

 

Bom som e um abraço, Antonio Rossa

 

 

 

Advertisements

Humberto Gessinger lança livro em Florianópolis.

Posted in musica with tags , , , , , , , on 01/08/2008 by transitoriamente

 

Humberto Gessinger e Fábio Nienow

Humberto Gessinger, o capitão do Engenheiros do Hawaii, há poucas semanas anunciou uma pausa na sua banda, confirmou seu novo projeto – Pouca Vogal – em parceria com Duca Leindecker (Cidadão Quem) e ainda está correndo algumas cidades por conta do lançamento de “Meu Pequeno Gremista”, um livro infantil onde Gessinger relata algumas histórias suas com o Grêmio como pano de fundo.

 

Hoje, o “Engenheiro” esteve na Livraria Saraiva, do Shopping Iguatemi, em Florianópolis, lançando seu livro, que conta com as ilustrações de Fábio Nienow, ilustrador do Diário Catarinense. Logicamente não faltou um pocket-show com sucessos e lados-B da sua eterna banda.

 

Casa lotada, pra não dizer abarrotada. Um clima de muita descontração fez dessa sexta-feira comum uma noite muito especial.

 

Gessinger e Nienow ainda autografaram todos os livros (foram vendidos 140), com muita paciência e entusiasmo, além das tradicionais fotografias com os fãs, é claro.

 

De quebra a dupla ainda conversou comigo, num bate-papo muito legal que estará no próximo Trânsito Musical.  Fiquem ligados que em breve o vídeo estará no ar aqui no Transitoriamente.

 

Um abraço a todos, Antonio Rossa

 

O público lotou a Livraria Saraiva em Florianópolis.

“Insecta Cultura Independente” apresenta o !LERO-LERO! – por Rafael Weiss

Posted in musica with tags , , , , , , , , , , on 30/06/2008 by transitoriamente

 

Aconteceu nesta última sexta-feira (27.07) o primeiro Lero-Lero que teve o Floripa Noise Festival como pano de fundo. O bate-papo ocorreu nas dependências da Saraiva Megastore, no Shopping Iguatemi, em Floripa.. Abaixo segue o post (na íntegra) do glorioso Rafael Weiss (Mundo47) que foi um das figuras que compôs a mesa e respondeu as questões mais pertinentes da cena atual. Infelizmente (por motivos profissionais) não pude participar desse grande encontro, mas os próximos estão no aguardo. Parabéns aos organizadores (Insecta Cultura Independente) e aos participantes.

 

Mr. Weiss escreveu:

Santa Catarina está nas vésperas de ganhar o seu festival de música independente. Esta é uma conclusão clara depois do primeiro Lero-Lero Musical sobre o futuro festival Floripa Noise Festival. O Lero-Lero, projeto do mago da Contracapa do Diário Catarinense, Marcos Espíndola em parceria com a livraria Saraiva Megastore, do Shopping Iguatemi de Floripa, realizado na última sexta-feira com a presença do Mundo47 como debatedor, foi um evento muito proveitoso tanto na pauta, como na presença forte de grandes personalidades rock and roll de Santa Catarina. Nomeando alguns, além dos debadores Guilherme Zimmer (Insecta), Ulysses Dutra (Clube da Luta) e Flávio Roberto Oliveira (Válvula Rock), tivemos a presença de gente engajada e histórica, como Marcelo Mancha (Euthanásia), Renato Pimentel, Eduardo Xuxu, Maltines, Gustavo (da Célula), Luiz Cudo (Verano), Galináceo, Peter, enfim, muita gente que esteve lá para discutir o que será do festival e qual a sua importância para a cena catarinense de rock.

O tema e os debates foram acalorados, mas tudo num grande respeito. A questão é que o FNF (vou abreviar) deverá ter um papel importante na cena catarinense, se ele ao mesmo tempo que possa trazer bons nomes de fora, faça também o trabalho de renovação e consolidação da cena atual. Fomos questionados sobre do que chamamos de cena. É mesmo um jargão ingrato, sendo que pra muitos, cena é algo muito mais consolidado, mas reafirmo que mesmo usando a expressão para o jornalismo, acho que ela é válida, afinal, nunca se teve tantas bandas produzindo material realmente bom em Santa Catarina.

Já o evento Lero-Lero Musical é mesmo um ponto de encontro para troca de idéias entre as pessoas do róque. Temos ainda o problema que o evento se encontra apenas na capital, afinal, Marquinhos labuta na área 48. Mesmo sentindo a falta de gente de outras regiões, o debate foi importante.

PS: Gostaria que o pessoal da Saraiva me mandasse logo uma foto para registrar o evento, mandando, eu já coloco no post.